Combinando Visão Estéreo, Fluxo Ótico e Reconhecimento de Objetos para Identificação de Ameaças

Estamos trabalhando em um novo método combinando Visão Estéreo e Reconhecimento de Objetos com Redes Neurais Convolucionais para Identificação de Ameaças/Pontos de Interesse na navegação veicular autônoma.

Identificação&Segmentação de Objetos com Rede Neural + Mapas de Disparidade Estéreo + Fluxo Ótico mostrando o conjunto de vetores de deslocamento nos objetos:

Identificação&Segmentação de Objetos com Rede Neural + Mapas de Disparidade Estéreo + Fluxo Ótico mostrando os vetores de deslocamento resultantes nos objetos:

Identificação&Segmentação de Objetos com Rede Neural + Mapas de Disparidade Estéreo + Fluxo Ótico mostrando resultados de análise dos valores e informações textuais nos objetos:

Nosso Processo

A figura abaixo mostra os resultados  sucessivos na geração dos conteúdos dos videos acima: do video estereoscópico são geradas tanto a identificação e segmentaçãodos objetos de interesse quanto o mapa de disparidade/profundidade da cena.

A partir daí são calculados tanto o fluxo ótico quanto as combinações de dados que aparecem no video.

CnnVEofG02a

Sobre Prof. Dr. rer.nat. Aldo von Wangenheim

possui graduação em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989) e Doutorado Acadêmico (Dr. rer.nat.) em Ciências da Computação pela Universidade de Kaiserslautern (1996). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal de Santa Catarina, onde é professor do Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação e dos cursos de graduação em Ciências da Computação e Sistemas de Informação. É também professor e orientador de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Computação da Universidade Federal do Paraná - UFPR. Tem experiência nas áreas de Produção de Conteúdo para TV Digital Interativa, Informática em Saúde, Processamento e Análise de Imagens e Engenharia Biomédica, com ênfase em Telemedicina, Telerradiologia, Sistemas de Auxílio ao Diagnóstico por Imagem e Processamento de Imagens Médicas, com foco nos seguintes temas: analise inteligente de imagens, DICOM, CBIR, informática médica, visão computacional e PACS. Coordena o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Convergência Digital - INCoD. É também Coordenador Técnico do Sistema Integrado Catarinense de Telemedicina e Telessaúde (STT/SC), coordenador do Grupo de Trabalho Normalização em Telessaúde do Comitê Permanente de Telessaúde/Ministério da Saúde e membro fundador e ex-coordenador da Comissão Informática em Saúde da ABNT - ABNT/CEET 00:001.78. Atualmente também é membro da comissão ISO/TC 215 - Health Informatics. Foi coordenador da RFP6 - Conteúdo - do SBTVD - Sistema Brasileiro de TV Digital/Ministério das Comunicações. Foi o criador e primeiro Coordenador do Núcleo de Telessaúde de Santa Catarina no âmbito do Programa Telessaúde Brasil do Ministério da Saúde e da OPAS - Organização Pan-Americana de Saúde e criador do Núcleo Santa Catarina da RUTE - Rede Universitária de Telemedicina.